_____

10 dicas para manter a dieta nas ferias


quarta-feira, 14 de janeiro de 2009


Férias é sinónimo de passear, dolce fare niente, libertação de horários e hábitos quotidianos, de muitos prazeres e alguns exageros – afinal de contas, merece! Pode desfrutar dos seus dias de descanso, sem ficar a salivar perante buffets exóticos e sem engordar! Memorize estas dicas para levar e voltar com a dieta na bagagem!



1. H2O sempre à mão. Esteja na cidade, na praia, no campo, na estrada ou no avião, não saia de casa sem uma garrafa de água! Manter-se hidratado é muito importante porque muitas vezes confundimos a sede com fome!

2. Saia de casa. Se as suas férias são “cá dentro”, aproveite para sair porta fora, explorando a sua cidade, visitando o campo ou procurando o sol numa praia bem perto. É essencial que se mexa, até porque quanto mais tempo passar em casa, mais tempo passará na companhia do frigorífico e da despensa!
3. Tudo incluído. O regime TI do resort ou do cruzeiro onde se encontra pode bem significar “tentação irresistível”, mas lá por oferecerem 15 refeições ou snacks diários não significa que tem de comer 15 vezes por dia! Procure manter o horário e o formato do regime alimentar que segue diariamente nos seus dias de férias – a única diferença é que não tem de cozinhar e terá muito mais por onde escolher!

4. Boicote aos buffets. A culpa é dos buffets. Nós sabemos. Mas você devia de saber melhor! Só porque tem à sua frente 150 petiscos diferentes, não quer dizer que tem de provar cada um, no mesmo dia! Opte por fazer uma única refeição – tal como faz em casa – começando com uma salada para não ser completamente rígido. Se a variedade é boa demais para deixar escapar, faça do seu almoço uma refeição de tapas, para poder provar pequenas quantidades de pratos diferentes. Se não ficou claro, repetimos – esta será a substituição do prato principal!

5. Uma questão de prato. Esta dica funciona tanto em férias como em qualquer outra altura do ano, mesmo em casa. Sempre que se vá servir – seja ao pequeno-almoço, almoço, lanche ou jantar – utilize apenas os pratos de aperitivos ou de sobremesas. Muito mais pequenos do que os tradicionais, ajudam a controlar o número e o volume das porções ingeridas.

6. Bebidas grátis. Coloridas, refrescantes, com palhinha e uma sombrinha, passeiam-se em bandejas para onde quer que olhe. Mime-se com um cocktail ou um copo de vinho ao jantar (afinal está de férias!), mas se estiver deitado na piscina, a fazer tempo para almoçar ou a ver um espectáculo nocturno tenha na mão um copo com uma bebida fresca mas pouco calórica…você sabe quais são!

7. Snacks. OK, retiramos o boicote aos buffets… aproveite-os para escolher o seu lanche, ou seja, traga uma peça de fruta, algumas nozes ou um pão integral com queijo – perfeito para trincar enquanto descobre as ruas de Londres antes do almoço. Em contrapartida, a meio da tarde, em vez de pedir que lhe sirvam um hambúrguer na piscina, nem tem de se levantar da espreguiçadeira. Ah, sabemos que os hotéis não permitem que se leve comida do buffet, mas também sabemos que toda a gente faz isso! Afinal, é tudo incluído ou não é?

8. Em movimento. Mesmo que esteja num cruzeiro à volta do mundo ou num dos resorts mais isolados da Tailândia, há sempre alguma coisa para fazer – hidroginástica, mergulho, canoagem, passeios pedestres ou à beira mar – divirta-se a experimentar coisas novas e a queimar calorias para que logo à noite possa comer aquele gelado!

9. Apoio moral. Peça reforços aos amigos ou familiares com quem está a viajar, ou seja, informando-os que pretende continuar a sua dieta mesmo em férias e agradeça que todos respeitem a sua decisão. Quem sabe não contagia alguém! No entanto, haverá sempre um “espertinho” que lhe vai tentar com algum prato divinal: em vez de se zangar ou irritar, encare a situação com humor e boa disposição dizendo “não obrigada, estou a recuperar da minha dependência de batatas fritas” ou “não obrigada, estou a poupar o dinheiro das sobremesas para comprar lembranças fabulosas”!

10. Expectativas realistas. Sejamos francos, ninguém (ou quase ninguém!) perde peso nas férias, por isso, antes de embarcar pense num objectivo bem mais razoável: manter o peso que tem no momento! Assim, não tem de passar o seu merecido descanso stressado com a contagem de calorias e com raiva daqueles que não saem de volta da mesa dos doces! As férias também não vão durar para sempre e, se não se importar em atrasar um pouco a chegada à sua meta final e ao seu peso ideal, não é uma margarita ou um banana split que vai fazer a diferença! Aliás, normalmente o problema está nas vezes que enche o prato e não no seu conteúdo!


Fonte:aminhadieta.com

- -

1 comentários:

Nayá disse...

Amei essas dicas *-*