_____

Massageie os pés e emagreça!


terça-feira, 13 de abril de 2010

Eles nos levam para todos os lados e, como se não bastasse, nossos "pisantes" ainda podem ser úteis no diagnóstico e prevenção de problemas de saúde, na conquista do bem-estar e até na perda de peso

por Françoise Gregório

Quem é que não se delicia com a sensação relaxante de pisar sobre a grama, a areia da praia ou um tapete bem felpudo? Esta experiência é possível porque, ao caminharmos com os pés descalços numa superfície cheia de diferentes texturas, estimulamos as 7 mil (número estimado) terminações nervosas presentes na planta dos pés.

Tamanha sensibilidade também é explorada na reflexologia podal, uma massagem oriental que, além de relaxar, auxilia no tratamento, na prevenção e na identificação de problemas que desequilibram a saúde do organismo e ainda podem fazer subir os ponteiros da balança ou dificultar o emagrecimento.

Como isso é possível? "As terminações nervosas são ligadas por meio de ramificações aos diversos órgãos internos, à coluna vertebral, à cabeça e aos membros superiores e inferiores do corpo. Com a massagem, elas são estimuladas e enviam mensagens para o cérebro, que ativa o sistema imunológico, beneficiando a saúde em geral", explica o especialista em reflexologia Armando Sérgio Austregésilo, autor do livro Massagem e Sensibilidade (Ed. Ediouro).

Inicialmente, esta técnica era praticada pelos egípcios, mas foi na China, há cerca de 5 mil anos, usada como processo terapêutico. Os ocidentais só vieram a aplicá-la no começo do século 20, depois que o médico americano William Fitzgerald adaptou o método e passou a utilizá-lo como terapia em hospitais nos Estados Unidos.


Alívio físico e emocional

Segundo os chineses, os sentimentos estão intimamente relacionados com um órgão e, se for intenso ou vivido por um período prolongado, pode até comprometer a saúde. O fígado, por exemplo, é agredido pela raiva. O medo compromete a saúde dos rins. O excesso de preocupação vai direto para a vesícula. E a ansiedade assusta o coração. Ao massagear os pés, nas áreas correspondentes a esses órgãos, é possível, portanto, dissolver as emoções e ganhar tranquilidade e equilíbrio.

Uma pessoa com insônia, por exemplo, pode livrar-se de pensamentos obsessivos e recorrentes que não a deixam desligar, com uma massagem na lateral externa dos pés, desde o calcanhar até o quinto dedo. "A prevenção também é um elemento muito importante na reflexologia. Se determinado ponto apresentar maior sensibilidade à dor, é sinal que o órgão correspondente a ele precisa de uma atenção especial.

Se for o do estômago ou do intestino, por exemplo, talvez a pessoa precise diminuir a velocidade da mastigação durante as refeições, escolher melhor o que leva à boca ou diminuir o volume de alimentos, evitando, assim, problemas maiores", explica a fisioterapeuta Amélia Marques (SP).

Vai se render às manobras orientais? Prepare o ambiente para que não haja interrupções. Se possível, coloque uma música que ajude a se desligar do mundo


Olhares distintos

Apesar de orientais e ocidentais se renderem aos benefícios da reflexologia, eles discordam sobre seu mecanismo de ação

Para os especialistas do oriente, a reflexologia se baseia na circulação da energia vital, chamada "chi". Quando determinado órgão apresenta excesso ou falta dessa energia, surgem dores ou doenças como sinal de alerta. Neste caso, o papel da massagem nos pés é justamente o de desbloquear e harmonizar o fluxo energético nos órgãos, assim eles funcionam melhor e a saúde é restabelecida.

Já os ocidentais descartam a ideia de uma energia invisível e explicam os feitos com base na medicina. Para eles, os pés reunem terminações nervosas e se ligariam, através delas, ao restante do corpo. A base para este conceito defendido no Ocidente é uma série de estudos, como os realizados pela Universidade da Califórnia, nos EUA, que comprovaram que ao sensibilizar determinada região do pé ativa-se a área do córtex cerebral correspondente ao reflexo.


5 toques para entrar em forma

O equilíbrio entre as calorias que ingerimos e as que gastamos é fundamental para um corpo em forma. Mas se o metabolismo não apresentar um bom ritmo, a energia estiver em baixa, os ataques de comilança parecerem incontroláveis e a absorção de nutrientes não for mais a mesma, fica muito difícil detonar gordurinhas e ter disposição para encarar o dia a dia, e também a rotina de exercícios. Veja algumas sugestões da reflexologia para detonar calorias sem perder o pique:


Encha-se de energia

Muitas vezes, o caminho para atingir a boa forma não é tão curto. É preciso dedicação, disciplina e paciência para continuar firme na luta, mesmo quando os ponteiros da balança resolvem estacionar. Neste momento, não dá para deixar a energia despencar, sob pena de botar tudo a perder. Trabalhar o ponto relacionado ao plexo solar - centro de energia do corpo, localizado pouco acima do umbigo - e que fica no centro da planta do pé, é garantia de mais disposição. Primeiro, com o polegar, massageie a área com movimentos circulares e em sentido horário. Depois, em sentido anti-horário, no pé direito.




Livre-se das toxinas

Um corpo sobrecarregado de impurezas tem menos chances de desempenhar um bom trabalho contra as gordurinhas. E mais, estas maléficas substâncias podem "alimentar" a temida celulite, que teima em estampar pontos estratégicos como bumbum, coxas e abdome e que ainda deixam estas áreas doloridas. Entre os dedos, está um dos pontos que podem ajudar a aliviar o problema, estimulando o transporte da linfa - líquido que circula entre as células e tem um papel importante: eliminar as tais toxinas do organismo. Para massagear, empurre a pele entre os dedos da base para fora.




Acelere o metabolismo

Metabolismo lento é uma pedra no sapato de quem precisa eliminar alguns quilinhos. Mas a solução do problema pode ganhar um empurrãozinho com a adoção de hábitos saudáveis e controle das funções do organismo, principalmente das glândulas hormonais que, quando em equilíbrio, aceleram as atividades metabólicas e, claro, a queima de calorias. Com movimentos circulares e em sentido horário, logo abaixo da região correspondente ao plexo solar (centro dos pés), encontra-se o caminho para tal benefício. No pé direito, realize o movimento em sentido anti-horário.


Controle a fome

Se driblar os ataques de gula é uma verdadeira tortura, talvez a ansiedade possa ser a grande vilã desta história. Mantêla sob controle é importante, pois ninguém está livre de uma situação estressante que, em alguns casos, pode levar facilmente à compulsão. No dedão do pé, encontramos um canal para a busca do controle das emoções e da ansiedade. Ao massageá-lo, é como se estivesse mandando uma doce mensagem para o sistema nervoso. Realize movimentos verticais, da base para a ponta do dedo.



Corpo vitaminado

Todo o funcionamento do nosso organismo depende de um combustível de boa qualidade e que precisa ser bem-aproveitado. Tratam-se dos diversos nutrientes presentes nos alimentos que, cada um com sua função, são fundamentais para que tudo ande na mais perfeita harmonia. O sistema digestório, por exemplo, quando está em equilíbrio, garante não só o melhor aproveitamento dos nutrientes como também um ritmo adequado do metabolismo e mais disposição. E, de quebra, isso pode ser visto na beleza da pele, cabelos e unhas. Massagear a região localizada sob o osso que fica abaixo do polegar significa dar uma atenção especial ao sistema digestório. Faça o movimento de dentro para fora.



Atenção com a pressão

Mesmo com seus benefícios defendidos em mais de 20 países, a reflexologia exige alguns cuidados. Acompanhe!

Grávidas ou doentes críticos devem consultar o médico antes de submeter-se à técnica para saber se não há contraindicações.

Inicie sempre a manobra pelo pé esquerdo. Como fica ao lado do coração, ajuda a ativar a circulação sanguínea.

Se algum ponto dos pés apresentar dor insuportável, o melhor é interromper a massagem e investigar com médicos a causa de tal desconforto.

Há duas formas de fazer a massagem, de preferência com os polegares: em movimentos circulares ou pressionando a região. A mais indicada é a que suaviza a dor em menos de dois minutos.

Utilize um creme hidratante ou óleo essencial para facilitar o deslizamento dos dedos

O ideal é fazer a massagem após o banho e antes de dormir.

Estimule os pontos por, no máximo, três minutos.

Fonte: Revista Dieta Já

- -

4 comentários:

Jessica Roberta disse...

adorei a matéria, eu adoro uma massgem nos pés.

bjs

Matilde disse...

Que blog tão completo! Muitos parabéns! Estou a começar a minha dieta agora! Passa pelo meu blog! Será um prazer ter-te por lá!

vilma oliveira disse...

Adorei a máteria, parabens! Todas são maravilhosas.

Anônimo disse...

No momento estou fazendo uma dieta que achei na internet e estou na 3 semana com resultado bastante satisfatório. Segue o site da dieta para quem se interessar:
http://www.dietasbrasil.com/dietaquefunciona/